a minha barba vem de dentro

tanto nada. para mim a verdadeira questão do nada é nada. quem quiser filosofar faça favor na caixinha de comentários. e já agora não utiliza a palavra tudo... nem semelhantes. nada é nada. como em "deus não existe".

Posted on August 30th, 2006, 22:57 by jm
permalink | * Comments (8) | Comment this post | Trackbacks (0)