máquinas feias

la machine à photo est mort. o caso pictórico e de fenómeno que hoje me interessa está perdido. as palavras revelam já poucas imagens e das imagens que olho raras são as que criam palavras. a intersecção do prazer e da vida não existe. infértil terreno ocupado por nuances e equilíbrios de luz.






a vida real existe e não me interessa. ao contrário, a ficção é tão mais linda.

Posted on August 26th, 2006, 19:30 by jm
permalink | * Comments (1) | Comment this post | Trackbacks (0)