August 2006


la fin

la fin. la mer. la plage. the end. the sea. the beach. misto de agonia e prazer. howl howl howl.


Posted on August 31st, 2006, 20:23 by jm
permalink | * Comments (3) | Comment this post | Trackbacks (0)

a minha barba vem de dentro

tanto nada. para mim a verdadeira questão do nada é nada. quem quiser filosofar faça favor na caixinha de comentários. e já agora não utiliza a palavra tudo... nem semelhantes. nada é nada. como em "deus não existe".

Posted on August 30th, 2006, 22:57 by jm
permalink | * Comments (8) | Comment this post | Trackbacks (0)

i know who you are

...

As we lie, you say :
Will the world end in the night time ?
(I really don't know)
Or will the world end in the day time ?
(I really don't know)
And is there any point ever having children ?
Oh, I don't know
What I do know is we're Here and it's Now

...



Morrissey


Posted on August 30th, 2006, 22:04 by jm
permalink | * Comments (2) | Comment this post | Trackbacks (0)

you know who i am

eu tenho muito para vos dizer. nestas cartas eu digo-vos muito. sim, muito! eu sei que a leitura é difícil, devido aos vários erros de ritmo. erros? err... fui interrompido. erros! muito para vos dizer. muitos erros! assim é que é. tenho para vos dizer muitos erro. meus, com certeza que gostarão de os saber, portanto leiam os arquivo. erro. muitos. que bom, não é? muito para vos dizer no nada permanente. bem. existem argumentos muito bons para cinema e peças de teatro famosas por não terem erros. respira! erro! ah! eu não quero ser feliz, mas até me daria jeito aproximar-me disso. contudo, afasto-me. afasta, afasta: neo-salazarismo barato. os filhos da puta ainda vivem no esquecimento dos felizes idiotas. fui interrompido. ninguém se lembra, pois não? eramos para aí uns vinte mil idiotas, uns mais felizes do que outros e alguns a descobrir a diferença, de todo o país a ocupar a escadaria e a rua próxima. os cafés a ganharem dinheiro com as bicas e as cervejas e os bolos e as sandes de ovo frito em óleo queimado. pastores alemães muito educados e a gendarmerie à espera da ordem. zunga! foi bom. a merda é tão grande que cheiro mal. estou farto desta merda. de toda a merda. uma lombriga poderá salvar-me, mas não a estou a deixar. um homem de merda não se deixa salvar por uma lombriga. que conversa. flush!

Posted on August 29th, 2006, 20:32 by jm
permalink | * Comments (2) | Comment this post | Trackbacks (0)

charlotte

...

sometimes i'm dreaming
where all the other people dance
sometimes i'm dreaming
charlotte sometimes
sometimes i'm dreaming
expressionless the trance
sometimes i'm dreaming
so many different names
sometimes i'm dreaming
the sounds all stay the same
sometimes i'm dreaming
she hopes to open shadowed eyes
on a different world
come to me
scared princess
charlotte sometimes
...






Robert Smith


Posted on August 26th, 2006, 22:40 by jm
permalink | * Comments (3) | Comment this post | Trackbacks (0)

máquinas feias

la machine à photo est mort. o caso pictórico e de fenómeno que hoje me interessa está perdido. as palavras revelam já poucas imagens e das imagens que olho raras são as que criam palavras. a intersecção do prazer e da vida não existe. infértil terreno ocupado por nuances e equilíbrios de luz.






a vida real existe e não me interessa. ao contrário, a ficção é tão mais linda.

Posted on August 26th, 2006, 19:30 by jm
permalink | * Comments (1) | Comment this post | Trackbacks (0)

lonely dog

god alone can't help you. you may rest for two or three minutes waiting for god to do what you should do. await and find no answer. a revolver shines on the desk. drops of blood through the hallway. six knifes arranged by sizes in the sink and a seventh under the couch. god can't help you, dog.


Posted on August 26th, 2006, 16:40 by jm
permalink | * Comments (1) | Comment this post | Trackbacks (0)

blind

vimos por este meio ajudar-vos a perceber que nada é.

frase:

"nada é."


Posted on August 24th, 2006, 23:03 by jm
permalink | * Comments (4) | Comment this post | Trackbacks (0)

drag

estamos com toda a certeza de olhos abertos e mais cegos que os verdadeiros. tão triste este caminhar por pedras gastas e rios secos. nada de novo.

Posted on August 23rd, 2006, 23:39 by jm
permalink | * Comments (1) | Comment this post | Trackbacks (0)

there's a lost future

there's noise in our path. only my path sends noise to ours.

hard

shivers

gloommy facts in life just kill us


Posted on August 19th, 2006, 20:39 by jm
permalink | * Comments (3) | Comment this post | Trackbacks (0)

Previous posts in August 2006