July 2006


as aventuras de tó (bis)

são sempre as mesmas num percurso em linha fechada sobre si mesma.



Posted on July 31st, 2006, 21:15 by jm
permalink | * Comments (4) | Comment this post | Trackbacks (0)

blue glass

at one place we're seen like one

both in need of each other

apart by measurable distance

apart by reality and metaphors

need of being there

need of being here


Posted on July 29th, 2006, 14:55 by jm
permalink | * Comments (1) | Comment this post | Trackbacks (0)

votos

que haja sempre um sol na tua cabeça como existiu na minha

que esse sol te ilumine os pensamentos e faça feliz


Posted on July 28th, 2006, 13:12 by jm
permalink | * Comments (3) | Comment this post | Trackbacks (0)

[rain and a dead song for karma]

o sofrer falso por todos os mistérios. tenho sete caixas diferentes. de todas elas a mais pequena tem setenta e oito gavetas, compartimentadas em três triângulos cada. todos os mistérios estão guardados fora das sete caixas.

o verdadeiro anda sem mim. eu sem ele. perdidos um do outro. tristes. envolvidos num xaile negro de silêncio.

negas, no silêncio, o teu único e distinto [qualquer coisa aqui] para que outros sobrevivam à luz de uma construção numérica.

Posted on July 25th, 2006, 22:19 by jm
permalink | * Comments (3) | Comment this post | Trackbacks (0)

no truth

though I want to

Posted on July 24th, 2006, 1:23 by jm
permalink | * Comments (4) | Comment this post | Trackbacks (0)

la cité et les rêves

os dias na solidão. o desenhar de metas firmes e cheias de ambição. a realidade a três dedos. a queda no abismo. o adeus à construção de história. mais um no cinzento dos rostos.


Posted on July 22nd, 2006, 15:48 by jm
permalink | * Comments (4) | Comment this post | Trackbacks (0)

the cactus

miserable

us
















word to be found in the book of glories































silent kid




























just wants to get out
















stay out

















































the end


Posted on July 15th, 2006, 16:19 by jm
permalink | * Comments (3) | Comment this post | Trackbacks (0)

soon enough is already too late

every now and then... every second lost in the path of torture... is never the good direction to freedom.

Posted on July 14th, 2006, 21:20 by jm
permalink | * Comments (3) | Comment this post | Trackbacks (5058)

essas gentes

ao que muita gente chama inveja, chamo eu que o diabo leve. lá para longe do bulício da cidade mãe. inocente criatura estática, não fosse a impressão do homem e o seu lixo a atrair pombos e gaivotas e ratos e... e... vacas. já nem as vacas mugem como antigamente, agora gingam as ancas. ao que muita descreve verde, digo cinzento, não pelo prazer de contrariar, mas sim pela vontade de lhes mostrar que o verde é tão só pasto seco. estou contente por essas gentes diferentes (pausa) finalmente ignoram-me.

Posted on July 12th, 2006, 22:25 by jm
permalink | * Comments (3) | Comment this post | Trackbacks (0)

a quarter to past

while returning to separated houses

tears roll down the future face


Posted on July 11th, 2006, 17:09 by jm
permalink | * Comments (4) | Comment this post | Trackbacks (0)

Previous posts in July 2006